Solar de Santana Campo dos Mártires da Pátria nº60-65 – Lisboa

O Edifício alvo de intervenção é uma casa nobre anterior ao terramoto de 1755 e com implantação em U. Ocupa metade do quarteirão, tem a fachada principal para o Campo dos Mártires da Pátria e as laterais para a Travessa Vaz de Carvalho e Travessa das Recolhidas. Esta edificação tem ainda a particularidade de constar no Plano Geral da Cidade de Lisboa de 1785, à época, um trabalho do cartógrafo Franc D. Milient.

Actualmente, o imóvel está classificado pela DGPC como de Interesse Público.

Os trabalhos da empreitada consistem na reabilitação e requalificação do Edifício, com a subdivisão em dois blocos com 20 frações habitacionais e 2 habitações unifamiliares. Estão incluídos na empreitada os trabalhos de Demolição, Contenção de Fachadas, Escavação, Contenções Periféricas tipo Berlim, Recalçamento de Fachadas, Estrutura de Betão Armado e Metálica e Instalações Especiais. A fachada clássica do edifício será recuperada, bem como a magnífica calçada centenária e os azulejos dos séculos XVII e XVIII.